Informações Úteis

Área total: 1.290, 6 km²
População: 4,5 milhões de habitantes

Custo de Vida

Fonte: Numbeo
Real Dólar Euro
Restaurante Ver Mais
Refeição (em local barato) $ 12,00
Fast food (combo) $ 6,99
Água $ 1,28
Cerveja (garrafa) $ 5,00
Refrigerante (lata) $ 1,67
Mercado Ver Mais
Pão (tipo francês) $ 2,64
Ovos (dúzia) $ 2,86
Queijo Local (1kg) $ 7,91
Maço de cigarro $ 6,00
Transporte Ver Mais
Passagem local (só de ida) $ 1,50
Táxi (corrida de 1km) $ 2,39
Gasolina (1 litro) $ 1,07
Passe Comum Mensal $ 75,00
Diversão
Cinema $ 12,00
Academia (mensal) $ 43,71
Outros serviços
Energia, Gás, Água, Lixo (para ap. 85m2) $ 116,08
Internet (6Mbps ADSL - Sem limite) $ 39,29

Los Angeles

Los Angeles
4.5 99 10 comentários
Obrigado pelo seu voto.

Bem-vindo ao glamour! Beverly Hills, Rodeo Drive, Hollywood, Disneyland, Walk of Fame (Calçada da Fama), Oscar, além de inúmeras praias maravilhosas (em que areia você acha que Pamela Anderson corria em “SOS Malibu”?), fazem de Los Angeles o lugar certo para você mergulhar no mundo das celebridades. É lá que fica a maior indústria de entretenimento do planeta e onde moram vários astros do cinema e da música. Portanto, será fácil esbarrar com alguma estrela na rua ou no restaurante.

A principal cidade do estado da Califórnia – e a segunda maior dos EUA –, foi fundada por mexicanos em 1781, quando seu território ainda pertencia ao México. A verdade é que a grande metrópole, conhecida pela iniciais LA, é um aglomerado de pequenas cidades e municípios, hoje unidos por avenidas largas e enormes estradas de seis pistas, as famosas “freeways”. Por isso, em vários momentos, você certamente vai se impressionar ao ver grandes e elegantes limousines rodando pela cidade. As Ferraris até mais parecem carro popular, de tantas que existem lá.

Com um povo alegre e acolhedor, como em toda a costa oeste americana, Los Angeles também é um caldeirão de raças e culturas. Abriga inúmeras comunidades de imigrantes, sendo as principais: armênia, cambojana, filipina, guatemalteca, israelense, tailandesa, mexicana, japonesa, chinesa, húngara e salvadorenha. Em meio a tantos ingredientes juntos, a “Cidade do Anjos” é celestial só no apelido. Pois o turista se rende facilmente aos seus pecados (no bom sentido) e se joga com tudo neste centro de diversões, luxo e prazer.

Cultura

Na meca do cinema, residem os grandes estúdios de Walt Disney, da Universal, Paramount Pictures, Warner Bros., ABC, CBS e NBC, entre outros. Para deleite dos cinéfilos, os sets de gravação são abertos ao público quando não estão sendo usados para filmagens.

E nem tudo é só cinema em LA. Há ao mesmo tempo grandes casas de teatro e shows musicais. O majestoso Kodk Theatre, em Hollywood, tem sido a sede da entrega do Oscar desde 2002. Antes disso, tal papel coube por anos ao Teatro Chinês, inaugurado em 1927 e que lembra um templo budista.

Igualmente badalado, o Wiltern Theatre, na Wilshire Boulevard, volta e meia recebe bandas famosas e as maiores companhias de balé do mudo. Situado no centro, o Walt Disney Concert Hall é a casa da orquestra filarmônica de Los Angeles. Sua sala de concerto é uma das melhores e mais bonitas do mundo.

Além disso, pelo menos três importantes museus merecem visita: o Getty Center, o LACMA (Los Angeles County Museum of Arte) e o Museum of the American West. Este último apresenta um valioso acervo sobre a história dos caubóis do oeste americano.

As atrações não param por aí. Demos só uma pequena amostra, pois há muito mais pontos culturais espalhados por toda a cidade. É preciso conferir pessoalmente!

Passeios

Passear é a palavra-chave em Los Angeles. Entre tantas opções, selecionamos aquelas que não podem ficar de fora do seu roteiro.

Comece pelo bairro de Beverly Hills, simplesmente o metro quadrado mais caro (e mais bonito) da cidade. Dá até para fazer a rota das mansões dos artistas famosos.

Depois, na cinematográfica Hollywood, não deixe de fotografar a Calçada da Fama, onde desde 1960 mais de duas mil celebridades já foram homenageadas. Guarde a memória da máquina para também clicar o emblemático letreiro hollywoodiano. Com mais de 15 metros de altura, o painel foi instalado em 1923 no topo do Monte Lee, acessível apenas por uma caminhada de oito quilômetros. Vale poupar o fôlego para chegar até um dos maiores ícones do cinema americano. Aliás, se você quiser tentar a sorte de esbarrar com Julia Roberts ou Tom Cruise, alguns estúdios cinematográficos, como os da Paramount e Universal, oferecem visitas guiadas.

Como todo mundo tem seu lado criança, turbine a diversão na Disneylândia, localizada a 50 km do centro, em Anaheim. É o primeiro endereço da série de parques temáticos erguidos por Walt Disney, criador dos personagens Mickey Mouse e Pato Donald. O show de fogos de artifício e suas incríveis atrações, como a montanha-russa no escuro Space Mountain e o simulador Star Tours, fazem jus ao slogan de “O lugar mais feliz do mundo”.

E para os brasileiros apaixonados por uma boa praia, Los Angeles oferece 120 km de costa: de Malibu a Long Beach. A praia de Santa Mônica é a mais próxima e considerada o playground da cidade. Pessoas se reúnem para praticar esportes, andar de patins, tocar violão, tornando os finais de semana uma verdadeira festa. O píer de Santa Mônica reúne no verão o grande burburinho. Com shows de fim de tarde e ótimas opções para comer, rende uma inesquecível vista do pôr do sol.

Um pouco mais ao sul, encontra-se Venice Beach, antiga praia do movimento hippie nos anos 60, mas hoje frequentada por diferentes tipos e tribos. Desde 1930, existe em sua orla a Muscle Beach, uma academia de ginástica ao ar livre. Manter a forma lá é obrigatório!

Noite

Em ritmo a mil por hora, Los Angeles parece uma balada tanto de dia quanto de noite. Hollywood, Venice Beach e Sunset Boulevard listam casas noturnas e bares de todos os tipos. Paralelamente, acrescente-se o rico cardápio de espetáculos musicais, dançantes e teatrais, como o do Hollywood Bowl. Com sorte, dá para assistir a um show diferente a cada noite. Muitas casas recebem diversos artistas e bandas famosas. Não à toa se trata da capital mundial do entretenimento.

Compras

Para quem tem bala na agulha, a Rodeo Drive (onde Julia Roberts filmou "Uma Linda Mulher") é a rua de comércio mais badalada e luxuosa de Beverly Hills e da cidade. Pertinho dali tem o Beverly Center, fantástico shopping de 7 andares, que também vale a visita e talvez umas lembrancinhas. Outra opção na mesma linha sofisticada é o Grove, o mais novo dos gigantescos megamalls construídos nos EUA.

Os outlets nos arredores de LA, como o Camarillo, são alternativa de preços mais baixos e ofertas variadas. Aos adoradores da linha retrô, Aardvark´s Odd Ark, próxima à praia de Venice, é um museu do mundo da moda. Possui prateleiras e prateleiras de roupas usadas e acessórios dos anos 60 a 80. Nutrindo saudosismo semelhante pelo passado, mas na esfera musical, a Amoeba Records, situada no famoso Sunset Boulevard, conserva uma coleção de mais de um milhão de CDs, LPs e DVDs. Tudo à venda.

Por sinal, gosta de barganhar? Então os redutos das pechinchas ficam em Chinatown, no centro, e na Third Street, em Santa Mônica, onde estão as grifes jovens com artigos mais acessíveis.

Comida

O que comer na terra das celebridades? Dependendo do restaurante, você pode até bater um rango pertinho delas. Certos famosos também se arriscam como donos de alguns estabelecimentos. Em West Hollywood, Beverly Hills e nas praias de Malibu e Santa Mônica ficam os restaurantes mais badalados.

Com muitos imigrantes asiáticos na parte leste, LA serve o melhor das cozinhas chinesa, japonesa, indiana, tailandesa e coreana. Mais ao sul da cidade, predominam os pratos Tex-Mex, de origem mexicana ao gosto americano.

Aos adeptos da comida natureba, e interessados em gastar menos e comer algo mais nutritivo, visite o Farmer’s Market. O lugar é bem turístico e possui muitas barracas de frutas e alimentos orgânicos. Mais saudável e econômico, impossível.

Transporte

A melhor maneira de conhecer os bairros e praias de LA é de carro. Por isso, vale muito a pena alugar um veículo com GPS (a CI te ajuda com as melhores opções) e se lançar nas seguras autoestradas da cidade. Acaba saíndo bem mais barato do que pagar táxi todo dia. Os únicos inconvenientes em dirigir no centro urbano são o alto nível de congestionamento na hora do rush e os salgados preços de estacionamento.

Já o transporte público, em geral, é confortável, limpo e mais em conta. O "one day pass" dá direito a andar livremente de metrô, trem e ônibus por um dia. Mas a rede não cobre toda cidade, assim é preciso fazer muitas baldeações e conexões para percorrer grandes distâncias.

Informações Gerais

  • Em LA, cada zona tem seu código telefônico
  • O fuso horário é de -5h (pelo horário de Brasilia)
  • Clima: quente e ensolarado na maior parte do ano
  • Moeda: Dólar
  • Idioma: Inglês

Dicas de Quem Já Foi

  • Marcus Vinicius (7 meses atrás)
    "Fiquei por lá por um mês em novembro/dezembro de 2013 e a cidade é incrível. O céu é maravilhoso, Bervely Hills é inacreditável e passear pela calçada da fama é o máximo. Fora o Universal que é fora de serie!"
  • Emerson (1 ano atrás)
    "Serei sincero. Nunca fui até Los Angeles mas, só de vê-la pela televisão, posso dizer! É mesmo lindaaa."
  • KATTYYY (2 anos atrás)
    "AMOOOOO LOS ANGELES MINHA SEGUNDA CASA, SE PUDESSE NAO SAIRIA DE LÁ... QUEM NUNCA FOI NÃO SABE O QUE TA PERDENDO UHULLL WHEN I FEEL HEAVY METALLL"
  • Carlota (3 anos atrás)
    "Sem palavras... lindo, maravilhoso! Tive a sorte de cruzar com o Ashton Kutcher e a Demi Moore, OMG! Estou fora de mim, quem tiver a oportunidade deve aproveitar e visitar essa cidade de luxo e glamour. "
Total 10 depoimentos

Dê a sua dica sobre Los Angeles


Nome:
E-mail:
300 caracteres restantes
Código de Validação: