Munique

Localizada aos pés dos Alpes, que se estendem até a Áustria, Munique é a capital da Baviera e a cidade mais importante do sul da Alemanha. A festiva terra da cerveja esbanja simpatia e leva um estilo de vida diferente do resto do país. Os bávaros são tranquilos, rústicos e até mais simpáticos que os germânicos. A metrópole também ostenta uma atmosfera hollywoodiana, por abrigar os principais meios de comunicação alemães. Tanto glamour também rendeu a ela o apelido de “Paris germânica”, devido ao forte fascínio que a cidade exerce sobre pintores, escultores, músicos e cineastas. 


Informações Úteis


Clima
O verão pode passar a marca de 30º C, sobretudo entre junho e julho. Já no inverno o frio é à base de neve, com até -5º C de dezembro a janeiro

Fuso Horário
4 horas à frente do horário de Brasília

Idioma
Alemão e bávaro. Mas também é possível “arranhar” o inglês por lá

População
1,5 milhão de habitantes

Território
310,43 km²

Voltagem
220 V

Código Telefônico
89

Moeda
Euro

Tomadas

Cultura

00201565.jpg

Cada vez mais, Munique sustenta a fama de um dos principais centros culturais da Europa. E a origem de tudo está no antigo povo bávaro, que predomina na região e tem até língua própria. Os museus de rico acervo retratam bem a história local. O Museu Nacional da Bavária, por exemplo, é parada obrigatória e tem entrada gratuita aos domingos. Em três andares, exibe esculturas, pinturas, artes folclóricas, cerâmicas, móveis, tecidos, relógios e instrumentos científicos.

Outra referência é o Museu Alemão de Obras de Arte Científicas e Tecnológicas, o maior do gênero no mundo. Merecem atenção, ainda, as duas pinacotecas existentes na cidade – de arte moderna e neoclássica, respectivamente – além da galeria estadual e o museu de antiguidades. Para a criançada, e por que não para adultos saudosos da infância, há o sugestivo Museu do Brinquedo.

A capital bávara também aflora sua musicalidade. Os moradores locais amam ópera. No Gasteig Kultuszentrum, se apresenta a orquestra filarmônica de Munique. Enquanto que o Teatro Nacional é a casa da Bayerische Staatsoper, uma das grandes companhias de ópera e balé do mundo.


Comida

00201567.jpg

Capital mundial da gastronomia bávara, Munique vai desde restaurantes sofisticados com versões incrementadas dos pratos locais a cervejarias e redes de fast food populares que servem as mesmas iguarias a preços mais acessíveis. No cardápio, predominam receitas à base de carne de porco e batatas. Para beber, chame as deliciosas cervejas e vinhos da região.

No verão, por exemplo, os Biergärten (jardins da cerveja), espalhados por toda a cidade, ficam bombados de gente, de dia e à noite. Nesses locais, ao som de bandinhas, é possível saborear pratos típicos e conhecer a tradição cervejeira alemã.


Noite

00201569.jpg

A exemplo de Berlim, Munique é festiva e baladeira. Mas com um diferencial extra: a cidade se destaca ainda mais por sua tradição cervejeira. O Hofbräuhaus am Platzl, inaugurado em 1589, é hoje o mais famoso corredor de cervejas do mundo. E, para reforçar o lema “se beber, não dirija”, o lugar infestado de pubs fica pertinho do metrô. Por ali, facilmente mais de cinco mil bebedores se concentram, a partir das 23h, para tomar umas e outras.

Não custa lembrar que o ápice cervejeiro em Munique acontece todo ano entre o fim de setembro e início de outubro. Nessa época, durante 16 dias, a cidade sedia a edição original da folclórica Oktoberfest.

Regada a muitos quitutes e músicas típicas, além de milhares de barris de chope, a mais famosa festa da cerveja no mundo recebe cerca de 7 milhões de visitantes. Uma loucura!

No quesito bar, o Master’s Home, localizado na rua Frauen e também próximo ao metrô, é animado e um dos mais bem frequentados. Recebe público eclético que chega mais cedo para jantar no restaurante da casa.


Passeios

00201566.jpg

Quem vai a Munique, que fique sabendo que ela não se resume só à Oktoberfest. A cidade oferece muitas outras atrações e passeios. A Marienplatz, uma das principais praças da capital bávara, pode ser o ponto de partida para explorar a região do centro. No período medieval, o local abrigava mercados de sal e de milho. A praça hoje  conserva a coluna de Santa Maria, de 1623, e é também endereço da Neues Rathaus (a nova prefeitura), um imponente edifício em estilo neogótico. Para se ter ideia da beleza arquitetônica, sua fachada exibe vários governantes bávaros, figuras mitológicas e até monstrengos assustadores.

No lado lesta da praça, é possível conhecer a Altes Rathaus (antiga sede da prefeitura), e a Talbruktor, a maior torre da cidade. Nas imediações, encontra-se a igreja Frauenkirche, uma das maiores estruturas góticas do sul da Alemanha e talvez o principal cartão-postal de Munique. Aproveite para caminhar nas belas margens do rio Isar.

Os antigos palácios da monarquia, com jardins grandes e bem cuidados, também são visitáveis. O Nymphenburg, residência de verão dos reis, e o Residenz, lar da antiga família real, são os castelos mais conhecidos. Já os parques são ideais para relaxar, caminhar, correr ou andar de bicicleta. O mais popular é o bicentenário Englischer Garten, no centro. Um pouco mais afastado, o Olympiapark, complexo esportivo construído para os Jogos Olímpicos de 1972, fica aberto ao público e é ótimo para queimar calorias.

A propósito, um dos esportes preferidos dos muniquenses é o futebol. E a torcida pulsa de amor pelo Bayern de Munique. O time e sua Allianz Arena, considerado o estádio mais moderno da Europa, são um dos símbolos da cidade. Depois da vitória, basta comemorar na Hofbräuhaus. Fundada em 1585, é a cervejaria mais famosa do mundo e o lugar que todo turista sonha visitar assim que desembarca na Alemanha.


Transporte

00201571.jpg

Turística, Munique tem um dos aeroportos internacionais mais importantes da Alemanha. O terminal situa-se a quase 30 km do centro da cidade, sendo acessível por metrô e ônibus. Para quem alugar carro, o trânsito na metrópole flui bastante organizado.

Mas o transporte público também se mostra eficiente e moderno. Háuma ampla rede de metrôs (U-Bahn), trens, ônibus e até bondes que cobre toda a cidade. E, dentro das mesmas zonas, um único bilhete vale para todas as linhas. Para não se perder, Hauptbahnhof é a chamada estação central de Munique.


Compras

00201568.jpg

A cidade conserva um charmoso e variado centro de compras. Lá se acha o top das porcelanas, joias (inclusive o Breguet, considerado um dos melhores relógios do mundo), roupas e acessórios da moda alpina, obras de arte e vinhos da região.

Pelo centro, da Rua Kaufinger até a Praça Karls, trajeto exclusivo para pesdestres e ciclistas, ficam inúmeras lojas, restaurantes e cafés.

Para se vestir bem, o estiloso Dirndl-Ecke é o lugar! A galeria Angewandte Künst tem tradição desde 1840 e reúne quadros à venda dos principais artistas locais. Já a Geisel desponta como a loja de vinhos mais sofisticada da cidade. Oferece tanto rótulos nacionais quanto importados, como os italianos, austríacos e franceses.

Custo de vida em Munique

Restaurante

Refeição (em local barato) R$ 34,05
Fast food (combo) R$ 27,24
Água R$ 6,10
Cerveja (garrafa) R$ 11,92
Refrigerante (lata) R$ 8,73

Mercado

Pão (500g) R$ 4,97
Ovos (dúzia) R$ 6,98
Queijo local (1kg) R$ 29,63
Maço de cigarro R$ 18,05

Transporte

Passagem local (só de ida) R$ 8,85
Taxi (corrida 1km) R$ 5,79
Gasolina (1 litro) R$ 4,70
Passe comum mensal R$ 238,36

Diversão

Cinema R$ 34,05
Academia (mensal) R$ 127,63

Moradia

Aluguel Apto Centro (1 quarto) R$ 3.305,30
Aluguel Apto Bairro (1 quarto) R$ 2.487,00
Energia, Gás, Água, Lixo R$ 800,61

Comunicação

Internet Banda Larga R$ 79,37
Ligação Pré-paga (1 min) R$ 0,42

Dicas CI para sua viagem

Verifique a validade do seu passaporte e dos vistos, caso você vá passar por algum país que exija a autorização. A validade do documento varia de acordo com o lugar, e a contagem é feita a partir da data de retorno. E mantenha uma cópia das duas primeiras páginas do passaporte, já que em caso de extravio isso pode facilitar os trâmites burocráticos.

Leve uma pequena quantidade de moeda local em espécie e o restante no CI Travel Money, que é mais seguro e prático. Lembre-se que, dependendo do seu roteiro, você pode passar por países que usam moedas diferentes. E deixe seu cartão de crédito apenas para emergências. Assim, você evita surpresas com o câmbio quando a fatura fechar.

É importante levar um kit com medicamentos básicos como analgésico, antigripal, remédio para enjôo, cólica, ressaca e má digestão. Não se esqueça de levar também seus remédios de uso contínuo na quantidade necessária para o período que você ficará no destino, já que pode ser difícil conseguir algumas medicações sem passar por um médico local.


Outras Cidades

escolha uma cidade e saiba mais sobre a cultura, passeios, comida, custo de vida e etc., do destino desejado:



Alemanha com a CI

Trabalhar


Blog Caia no Mundo