Como vou entrar e ficar nos Estados Unidos?

Descubra como ficar nos Estados Unidos com tudo certo!

Publicada em: 15/01/2010

Xiiiiii…, tá com medo de ser barrado nos EUA? Calma, ainda é possível entrar no país sem traumas e estresse. Está certo que a fiscalização em cima dos imigrantes apertou depois dos atentados terroristas de 11 de setembro, mas os estudantes estrangeiros devidamente matriculados em cursos locais continuam a ser muito bem-vindos.

Veja abaixo algumas dicas para não passar perrengue e entrar na boa para estudar em território norte-americano.

1) Para começar, é recomendável procurar o consulado americano com pelo menos três meses de antecedência antes de viajar.

2) Além do pedido de visto e da entrevista no consulado, procure também definir o seu programa de estudo com a maior antecedência possível. O consulado confirmará sua matrícula na escola antes de conceder o visto de estudante.

3) É essencial manter os documentos em dia.

4) Tenha em mãos um passaporte com no mínimo seis meses de validade. Também é fundamental viajar com uma passagem aérea de volta com data marcada.

5) Para não ser rotulado como um imigrante ilegal em potencial, prove todos os vínculos e bens que possui no Brasil. Serve carteira de trabalho, comprovante escolar ou empregatício, extrato bancário ou de cartão de crédito, declaração de imposto de renda, entre outras provas que garantam a volta.

6) Mostre claramente seu objetivo no país em que está entrando. Apresente ainda a carta da escola e a matrícula do curso, o comprovante do lugar que vai ficar, do roteiro de viagem e da grana que levará durante a estada.

7) Informe-se bem sobre o local de destino antes da viagem, assim reduzirá em muito as chances de problema com a alfândega.

8) Na hora de fazer as malas, a bagagem deve ser condizente com o tempo de viagem.

9) Mantenha sempre a calma para responder às perguntas da imigração. E se não entender direito o que está sendo dito pelo funcionário, não entre em pânico. Basta pedir um intérprete para responder os questionamentos da forma correta.

10) É aconselhável ter um plano de Assistência Internacional. Assim, qualquer problema (toc!, toc!, toc! na madeira), você evita dor de cabeça ainda maior.

11) Se precisar de mais informações, o site do consulado em São Paulo pode ajudar: www.consuladoamericano.sp.org.br. Cabe lembrar que em Brasília, Rio de Janeiro e Recife existem outros postos do consulado americano.

12) Ufa! Fique tranquilo, no final das contas seu estudo fora tem tudo para dar certo!


Leia Mais

Outros artigos ver lista completa