Clippings

Publicada em: 07/02/20

Intercâmbio para adultos traz oportunidades de aprimorar conhecimentos e adquirir novas experiências

Fazer uma imersão em outra cultura é uma das maneiras mais valiosas de entender o mundo, de reconhecer a riqueza das diferenças e ainda buscar conhecimentos muito apreciados e necessários para a vida profissional. E a melhor forma de adquirir essa bagagem é participar de um programa de intercâmbio.

O que nem todos sabem é que isso não é algo que se aplica apenas a crianças e estudantes – existem também muitas opções de intercâmbio para adultos, com cursos de idiomas, de especialização ou de MBA e até mesmo “estágios” em empresas dos Estados Unidos, da Ásia e da Europa.

“Profissionais que participam desses programas no exterior voltam com novas habilidades e uma visão mais profunda do mundo. Cerca de 30% dos nossos clientes são profissionais e buscam a fluência no idioma ou um MBA para ter melhores oportunidades profissionais. A gente percebe que, cada vez mais, as pessoas estão investindo no aprendizado de um segundo ou terceiro idioma. O inglês continua sendo o idioma mais buscado, mas a procura por cursos de espanhol no exterior cresce ano após ano”, afirma Nathalle Peres, gerente de marketing da EF (Education First), multinacional sueca de intercâmbios e educação de idiomas presente em 116 países, com 33 anos de atuação no Brasil e clientes de grandes empresas do universo corporativo, como Michelin, PWC, Ernst&Young, Telefónica, PepsiCo, KPMG, Citibank e Danone.

Quem participa desses programas pode escolher entre “morar” em uma casa de família, hospedar-se em alojamentos dentro ou próximos do campus ou instalar-se em apartamentos e hotéis parceiros da EF, com diferentes níveis de conforto, conforme a sua preferência e o seu orçamento.

Em seu portfólio, a EF tem cursos de idiomas para executivos nos Estados Unidos, na Inglaterra, na China e também em países mais “improváveis”, como Malta, África do Sul e Costa Rica – todos personalizados para potencializar a carreira internacional de acordo com o tempo disponível e o objetivo de cada aluno. As aulas são particulares ou em pequenos grupos, com didática e vocabulário voltados para a carreira e o networking.

A empresa oferece ainda cursos para o aprimoramento de executivos e, em cidades como Dubai, Dublin, Nice, Roma, Manchester, Tóquio e Xangai, a EF pode até alocar os participantes de seus programas de intercâmbio em postos não-remunerados em empresas, para que eles tenham a enriquecedora oportunidade de sentir como é a vida em ambientes de trabalho de outros países.

Uma das escolas representadas pela EF aqui no Brasil é a Hult International Business School, que tem sedes na Inglaterra, nos Estados Unidos, na China e nos Emirados Árabes. Em Boston, San Francisco, Londres e Dubai, oferece o curso Masters in International Business, desenhado sob medida para as necessidades e metas de cada participante. Em Boston e em Londres, tem o Masters in Global Marketing, que combina o uso de criatividade e modernos recursos analíticos para a elaboração de estratégias que farão os serviços e produtos da sua empresa se destacarem no mercado e neste mundo cada vez mais conectado e competitivo.

Em Boston e Nova York, tem ainda o Masters in Finance, que visa aprofundar a fluência dos alunos na linguagem dos negócios e aprimorar suas habilidades e táticas financeiras.

Por fim, tem o Masters in Disruptive Innovation, que é ministrado exclusivamente na unidade de San Francisco, ali pertinho do Vale do Silício. Nesse ambiente único, os participantes aprendem a engendrar e desenvolver novas tecnologias e estratégias para implementá-las nesta paisagem digital que muda e evolui a cada piscar de olhos.

Todas essas opções de cursos – cada uma com 11 meses de duração – custam em torno de US$ 47 mil por pessoa. Não é barato, é um investimento com um retorno incalculável e, certamente, memorável.

Outra empresa que está investindo neste filão no Brasil é a CI – Intercâmbio e Viagem. Seus programas de educação executiva oferecem a chance de fazer aulas em escolas internacionais de negócios, visitar empresas que são referência mundial (como a Cass Business School, em Londres, e a Dartmouth College, em New Hampshire, nos Estados Unidos) e conversar com líderes globais – além, é claro, dos cursos com foco em terminologias específicas, como inglês para negócios.

Fundada em 1888 como Central de Intercâmbio, a CI inicialmente era focada no estudante. Nos últimos anos, vem investindo em programas para adultos, para conquistar neste segmento executivo a mesma relevância que já tem com o jovem.

Os programas são voltados para profissionais com mais de 25 anos e inglês avançado. Cada “pacote” tem uma duração. Para agosto deste ano, por exemplo, a CI está vendendo por US$ 4.500 cada vaga para a Missão Vale do Silício. Durante uma semana, os participantes terão a oportunidade de embarcar em uma imersão e em um fantástico aprendizado no núcleo mundial da inovação, que está reinventando o setor financeiro global. Especialistas em Fintechs e Insurtechs realizarão palestras, discussões, mentorias e inúmeras outras atividades para fornecer aos alunos as ferramentas e os conhecimentos necessários para preparar seu futuro nos setores financeiro e de seguros.

Em junho, e pelo mesmo preço, a Missão Vale do Silício Construtech proporciona uma semana de aulas, visitas e workshops com pessoas e empresas que estão reinventando todos os setores da construção, desde a concepção dos projetos até a finalização das obras.

Para o profissional de cada área existe uma alternativa – ou várias. As oportunidades estão aí, escolha a que melhor se encaixa no seu planejamento e boa viagem!

 


Voltar para Sala de Imprensa