Press Releases

Publicada em: 06/01/17

Empresários brasileiros apontam as vantagens de contratar estagiários de outro país

Recebidos em empresas ou em laboratórios de universidades, estudantes estrangeiros trazem conhecimento, técnicas e cultura de seus países de origem

Contratar um estagiário cria uma estrada de via dupla entre o empregador e o jovem colaborador, que acaba por carregar benefícios para ambos. Enquanto um adquire conhecimento e experiência para se desenvolver em seu campo de atuação, outro ganha toda expertise adquirida pelo estudante ainda em formação, mas com conhecimento novo do mercado. Optar por um estrangeiro pode acentuar esses benefícios, e ainda traz o diferencial de acrescentar à empresa uma experiência e visão internacional. Para 2017, algumas empresas se preparam para começar o ano com um estagiário do exterior, agregando à equipe muito valor com baixo custo.

 

A CI Experience Brazil, oferece diversos programas para estudantes estrangeiros interessados em vir ao Brasil e o programa de estágios é o mais cobiçado. " Recebemos cerca de 300 estrangeiros por ano, das mais diversas áreas, de mais de 90 diferentes países. A CI Experience Brazil oferece todo o suporte para aqueles que desejam ter esta experiência - tanto para o estudante como para a empresa que deseja recebe-lo, desde a divulgação da vaga até a preparação da documentação necessária e da acomodação do estagiário”, explica a gerente Nayara Lopes.  

 

A CI Experience Brazil atua em parceria com a ABIPE - Associação Brasileira de Intercâmbio Profissional e Estudantil, que já conta com muitos anos de experiência no assunto e é responsável por um programa bilateral, em que, a cada brasileiro que vai atuar em uma empresa no exterior, um estrangeiro vem para estagiar no Brasil.

 

A ABIPE acredita que o convívio com pessoas de culturas diferentes é enriquecedor para todos, tanto na esfera pessoal como profissional. “Receber um estagiário estrangeiro coloca à prova a capacidade adaptativa da empresa e coloca na prática a máxima de que é imprescindível, nos dias de hoje, lidar com a diversidade. Conviver e trabalhar com uma pessoa de outro país é desafiador, exige respeito ao próximo, abertura de ideias e muita comunicação. Sabendo encarar ias diferenças culturais como aprendizagem, o ganho em termos de recursos humanos é fenomenal para todos os envolvidos. Estando com a cabeça aberta, não há limites de aprendizado”, comenta Estevam Donnabella, engenheiro da Controllar – Automação Residencial, que participa do programa e já recebeu alguns estagiários estrangeiros em sua empresa - ele adotou esta prática depois de retornar de um estágio no exterior oferecido pela ABIPE.

 

Saber utilizar o conhecimento que vem de outros cantos do mundo pode ser o ponto que faltava para o crescimento da empresa. O estudante intercambista que chega para estagiar traz consigo, além do ponto de vista diferente, ferramentas e técnicas que estão sendo utilizadas em seu país, agregando de forma efetiva no desempenho do grupo.

 

Algumas dúvidas podem aparecer na hora de contratar um estagiário de outro país, se ele é capacitado ou não para o trabalho, se está disposto a realizar a função com empenho, e para superar essas obstáculos a sugestão de Estevam, baseado em suas experiências, é realizar algumas entrevistas por Skype. “Bastou de uma a duas entrevistas via Skype para responder a estas perguntas. Para o quesito técnico, deixar o colaborador responsável pelo projeto fazer as perguntas. Ele saberá se o estudante está apto a enfrentar o desafio”, destaca.

 

Barreiras como o idioma e a cultura podem assustar no começo, mas são facilmente superados. A dica de Estevam, para entender o quão empenhado o estagiário está em aproveitar a imersão em uma nova cultura é questionar, ainda em entrevista, o que ele já buscou aprender sobre o Brasil. “Normalmente o tanto que o estudante pesquisou sobre o nosso país mostra seu interesse em vir para cá. Outro ponto é ver se ele se interessou, pelo menos, em aprender as palavras básicas do português como "olá", "tudo bem", "obrigado", etc””, completa Estevam.

 

Em alguns casos, o fator da língua diferente não é nem percebida, e as vantagens técnicas acabam se sobressaindo diante das dificuldades. “Superada a barreira da língua, a comunicação flui nos aspectos básicos. Para o trabalho, os softwares utilizados são de domínio universal. Isto facilita a integração do estagiário com a empresa”, destaca Gaston Oporto, arquiteto da ACTA - Arquitetos & Consultores.

 

“Nestes anos de experiência com o recebimento de estrangeiros, temos sido muito bem sucedidos neste aspecto, fato pelo qual estamos constantemente renovando nossa participação”, conclui Gaston.

 

Empresas que desejam trabalhar em parceria com a CI Experience Brazil podem ligar para (11) 3141-1277 . Para falar com a ABIPE podem ligar para o telefone (11)3262-4012.


Assessoria de Imprensa:

Dezoito
Thiago Garcia
(11) 3674-4400 Ramal: 4449 Direto: (11) 3674-4419
thiago.garcia@dezoitocom.com.br


Voltar para Sala de Imprensa
Novidades CI