Eu Fui!


Daniela Mares Santos

Quando estava planejando minha viagem para os Estados Unidos, eu tinha pouco dinheiro e estava em dúvida se comprava um carro ou fazia a viagem. Hoje, sei que foi a melhor coisa que eu poderia ter feito!

Morar fora não é fácil, como se diz “não são só flores”! Você precisa acordar cedo, morre de frio, sente saudades da família, dos amigos, precisa sair no meio de uma tempestade de neve pra comprar comida, porque ninguém vai fazer isso por você, precisa economizar para pagar o aluguel, as contas, etc.

Mas também tem a melhor sensação, que é a liberdade. Quando eu estava lá, sentia que poderia conhecer o mundo todo e que ninguém conseguiria me segurar!

Você aprende a viver sozinho, mesmo morando com mais 6 pessoas. Aprende também a fazer amigos e descobre que os americanos pensam que o mundo é a “America” e que nós vivemos como índios, mas que no fundo, são ótimas pessoas e super honestos!

Meu inglês melhorou muito. Eu amei cada minuto vivido lá, cada momento.

Conheci pessoas com todos os tipos de personalidade e histórias de vida bem diferentes da minha. Isso eu considero que nos faz ver o mundo com outros olhos, pois aprendemos muito com as diferenças.

Além de trabalhar no aeroporto, também consegui um second job como camareira, porque queria juntar uma grana para fazer compras, já que trabalhando em um único emprego, você somente paga as contas e despesas básicas. Tive chefes maravilhosos, que troco emails até hoje e são pessoas que certamente nunca vou esquecer.

Se eu pudesse fazer tudo de novo, eu faria.

Blog Caia no Mundo

Novidades CI