Camberra

Camberra

Camberra foi escolhida como capital da Austrália para pacificar uma antiga rivalidade entre Sydney e Melbourne. Sua construção foi feita de forma planejada, como Brasília, e sob o conceito jardim-cidade, com muito verde e até um enorme lago artificial. Canberra carrega em seu nome o significado aborígine de "lugar de encontro". Vinhedos, restaurantes, pubs, entretenimento, galerias, museus e monumentos são algumas das atrações tentadoras ao visitante. É o destino perfeito para quem procura a combinação de segurança, infraestrutura e natureza.
Camberra - carrossel 1
Camberra - carrossel 2
Camberra - carrossel 3
Camberra - carrossel 4
Camberra - carrossel 5

Informações úteis: Camberra

Temperado, com dias ensolarados na maior parte do ano e com as quatro estações bem definidas. Inverno: 6°C (média), 0°C (mínima). Verão: 21°C (média), 28°C (máxima)
Inglês
Cerca de 356,5 mil habitantes
805,6 km²
(UTC +10) 14 horas à frente do horário do Brasil
Dólar australiano
+612
220-240 V

Cultura

Inaugurada em 1927, Camberra tem uma história bastante recente, mas mantém e conserva um grande acervo cultural, formado por museus (muitos com rico e raro acervo da tradição aborígine), monumentos e galerias, além do imponente parlamento. A capital australiana é também sede de muitas universidades.

Entre os espaços culturais, merecem ser visitados: a Biblioteca Nacional, o Australian War Memorial e a National Gallery. A National Portrait Gallery mostra a história do país através de seus rostos, em exposições muito bem-montadas. Voltado a crianças, o Questacon tem exposições de ciência e tecnologia. A surpresa maior talvez será ao conhecer o conjunto arquitetônico do Parlamento. A maioria dos pontos históricos fica ao redor do megalago Burley Griffin, batizado assim em homenagem ao arquiteto que desenhou a cidade.

Não bastassem as obras de arte, Camberra transpira cultura por meio de muitos festivais. Com entrada franca, a Floriade é o maior dos eventos e acontece na primavera, com a exposição de mais de 1 milhão de flores. Completam a lista o empolgante Festival Nacional Multicultural, que costuma ter a duração de uma semana, e a famosa Balloon Spectacular, uma exibição dos mais belos balões, geralmente em março, colorindo o céu claro de Camberra.

Comida

A cidade conta com uma grande variedade de restaurantes que não se resumem ao tradicional fish and chips. Tem de tudo, da cozinha moderna australiana aos típicos asiáticos, espanhóis, etíopes e turcos. A região do Dickson tem bons estabelecimentos, além de Manuka e Kingston. No Central Business District, ou apenas CBD – e conhecido como Civic pelos íntimos –, o cheirinho de comida boa vem do Garema Place. Os cafés também marcam forte presença em toda a cidade, com menus incrementados, wi-fi e cafés levados bem a sério.

Noite

Camberra tem pubs e clubes para cidade nenhuma botar defeito. O grande agito se nota sobretudo no happy hour, quando todos os funcionários públicos e prestadores de serviço saem do trabalho para se divertir. Mais tarde, a noite pertence aos mais jovens, como os milhares de estudantes, que frequentam muito os bares e boates do Civic. Jantares sofisticados, cartas de drinques, noites no cassino são também opções que combinam com a capital.

O que fazer

O que fazer em Camberra? Passear pela cidade planejada já é uma diversão a céu aberto. Mas Canberra guarda outros atrativos, guardados nos prédios históricos, expostos nos museus ou dentro do National Zoo & Aquarium e do Canberra Reptile Zoo. Tours ao ar livre são feitos em barco, pelo lago Burley Griffin, ou em balão. Momentos relax por conta própria você pode ter nos vários parques ou no Jardim Botânico. As vizinhas Blue Mountains e Corin Forest reservam opções de adrenalina com esportes radicais e trilhas. Áreas rurais próximas guardam pequenas e premiadas vinícolas que permitem uma imersão ao mundo dos vinhos.

Compras

Camberra clama ter o melhor do melhor em boutiques, lojas de departamento, shoppings e centros de compras com todas as principais marcas da moda. Braddon, Manuka e a City são as áreas de mais frequência entre os locais. O Canberra Centre é o principal shopping e o Old, um dos mercados mais populares.

Transporte

Como muitas das cidades planejadas, Canberra não foi pensada propriamente para o pedestre, mas para os carros. As distâncias entre os bairros são grandes e há muitos trechos que não se podem vencer a pé. Mas justiça seja feita: é uma cidade plana, fácil de caminhar e pedalar quando não se pretende extrapolar muito além do bairro em que se está. Há mais de 100 km de ciclovias e muitos ônibus e micro-ônibus que oferecem serviços de tours. Dirigir não é lá muito simples, pois o sistema de avenidas e ruas é bastante complicado de encarar de primeira.